Trocar de caminhão é sempre uma decisão difícil para o caminhoneiro.

Afinal, existem muitos pontos que devem ser considerados nesse momento. Além disso, é preciso se planejar financeira e emocionalmente para essa troca. Contudo, não precisa ser assim.

Como profissional da estrada, você deve tomar decisões de maneira racional, levando em conta os quesitos mais importantes para o seu trabalho e saúde. Ou seja, é necessário que você saiba o que é melhor para você e para o seu bolso.

Vale lembrar que a troca do caminhão por um modelo mais novo significa ter mais segurança na estrada, mais conforto e, principalmente, mais economia aliada a uma melhor performance, já que veículos modernos tendem a ser mais eficientes.

Sabendo da importância desse tema, a seguir listamos 6 sinais que indicam que está na hora de abandonar o velho companheiro de viagem e partir para um novo. Acompanhe!

Quais sinais indicam estar na hora de trocar de caminhão?

1. Manutenções frequentes

Um dos principais indicativos de que está na hora de trocar de caminhão é a necessidade frequente de realizar reparos. Como toda máquina, o caminhão, ainda que bem cuidado, se desgasta pelo uso.

Com o passar dos anos e os muitos quilômetros rodados, chega um momento em que diferentes falhas começam a surgir no pesado, aumentando bastante os custos do motorista.

Nessas horas, é preciso pensar em uma solução definitiva, como a troca. Insistir no uso do caminhão é dar margem para problemas na estrada, gastos extras com manutenções e muita dor de cabeça.

Por isso, se está sofrendo com essa situação, talvez seja a hora de estudar uma troca.

2. Necessidade de novas tecnologias

Como você sabe, hoje o mercado de transportes está bastante sofisticado. A tecnologia já faz parte da rotina do caminhoneiro dentro e fora da cabine do caminhão. Assim, é preciso se atualizar para ser capaz de trabalhar nessa nova realidade.

Desse modo, outro indicativo de que pode ser a hora de trocar de caminhão é a necessidade por uma máquina mais moderna, que tenha sistemas de segurança mais eficientes, GPS, além de recursos voltados para a redução do consumo e emissão de poluentes.

Todas essas características afetam positivamente o seu dia a dia de trabalho, já que estará guiando um veículo mais eficiente, seguro e confortável — o que é muito importante para a sua qualidade de vida na estrada.

3. Mudanças no formato dos fretes

Quem é caminhoneiro sabe bem o quanto o mercado de frete mudou nos últimos anos. A demanda por veículos com características específicas cresceu. A depender da região, por exemplo, a oferta de fretes para um truck pode ser reduzida em relação a um bitrem.

Por isso, é preciso que você avalie também esse quesito. Se na sua região há uma oferta maior de um determinado tipo de frete, talvez seja vantajoso trocar de caminhão a fim de atender a esse tipo de demanda.

Em muitos casos, essa troca possibilita ao caminhoneiro lucrar mais ao fazer fretes mais caros, o que facilita o pagamento da parcela de um caminhão mais novo.

4. Ruídos estranhos e persistentes

Você, mais do que ninguém, conhece cada som do seu caminhão. Sabe de tudo que está ou não funcionando corretamente. Por isso mesmo, sabe também que ruídos estranhos vindos do motor ou outras partes não são bons sinais.

Esse tipo de problema, apesar de muitas vezes serem algo simples, precisam ser verificados. No entanto, quando barulhos incomuns se tornam frequentes e, pior que isso, não são solucionados, pode ser um indicativo para a troca do caminhão.

Esses pequenos sinais antecipam falhas mais sérias na máquina, que poderão exigir mais tempo e dinheiro para que sejam reparadas. Assim sendo, o melhor mesmo é pensar na troca do veículo antes disso.

5. Baixo desempenho

Esse é um dos principais indicativos de que é hora de abandonar o caminhão antigo e investir em um mais novo. A queda de performance é um efeito do desgaste natural da máquina e pode prejudicar bastante a rotina de quem trabalha na estrada.

Essa situação, além de tornar as viagens mais demoradas, torna tudo muito incerto, já que é difícil prever quando chegará ao destino ou mesmo se um problema mais grave fará com que fique pelo meio do caminho.

Dito isso, se o seu caminhão já está com uma quilometragem elevada, com muitos anos de uso e tem apresentado um desempenho bem abaixo do normal, esse é um grande sinal de que é hora de trocar.

Prolongar a troca, nesse caso, só fará com que você gaste mais com manutenções e combustível, sem contar a perda de produtividade. Pense bem!

E então, gostou do conteúdo? Tem mais alguma dica? Conte nos comentários!

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão destacados com *