Como fazer um seguro para frotas de caminhões

O seguro para frotas de transportadoras é uma maneira de as empresas se protegerem contra sinistros e proteger seus motoristas, garantindo o seu bem-estar.

Isso porque o trabalho nas estradas está exposta a vários tipos de ocorrências. São exemplos: acidentes, desastres naturais e muitos outros acontecimentos que podem resultar em avarias nos veículos, na perda de carga e, muitas vezes, na perda do próprio caminhão. 

Por isso, é fundamental que transportadoras estejam seguras contra qualquer tipo de eventualidade, pois característica imprevisível não permite que a integridade do motorista e do caminhão sejam deixadas ao acaso. 

A saída então é contratar um seguro para frotas, para assim não colocar a empresa em risco por causa de prejuízos que possam surgir.

Para levar a você mais informações sobre isso, elaboramos um panorama sobre a contratação de seguro para frotas de transportadoras. Acompanhe!

Tudo que você precisa saber sobre seguro para frotas

Como escolher seguros para frotas de caminhões

A primeira coisa que se deve ter em mente é sobre a importância do seguro de frotas. É errado pensar que esse tipo de investimento é apenas um gasto a mais e desperdício de capital. 

Mesmo que a transportadora pague seguro por muito tempo sem que precise acioná-lo, isso não pode ser contabilizado como perda de dinheiro. É, na verdade, uma precaução contra qualquer tipo de infortúnio.

Além do mais, não vale a pena ter veículos sem nenhum tipo de proteção — principalmente quando se trata de veículos de alto valor. O seguro de frota é uma saída inteligente para transportadoras que têm vários caminhões e querem uma forma econômica e acessível de preservá-los contra imprevistos.

Veja a seguir alguns pontos importantes que devem ser observados ao buscar uma seguradora e contratar o produto:

  • analisar sua reputação e a quantidade e o nível e natureza de reclamações contra a seguradora;
  • verificar se a seguradora pode atendê-lo — algumas estipulam um frota mínima para disponibilizarem seu seguro;
  • avaliar tudo que ela pode oferecer e ficar atento às particularidades e exceções da apólice;
  • verificar se tudo que foi conversado e negociado está registrado no contrato;
  • checar se todas as informações da empresa estão corretas e se nenhuma foi omitida. Isso evita que a seguradora não diminua o valor da indenização, Evita também que se recuse a pagá-la. 

Os seguros obrigatórios

Como segurar frotas de caminhões de transportadoras

Há alguns tipos de seguros para frotas que são obrigatórios. Veja quais:

RCTR-C

O RCTR-C (Responsabilidade Civil do Transportador Rodoviário de Carga) é também chamado de seguro para acidentes. Seu principal objetivo é assegurar o ressarcimento de indenizações, caso ocorra algo grave e a transportadora tenha que pagar por prejuízos causados aos produtos. 

O RCTR-C pode ser acionado e utilizado em casos como colisões, capotagem, tombamento, albaroamento, explosão ou incêndio. 

RCTR-VI

O RCTR-VI (Responsabilidade Civil do Transportador em Viagem Internacional) é também conhecido como “carta azul”. É comumente utilizada para o tráfego no Uruguai, Brasil, Argentina e Paraguai. 

Seu objetivo é cobrir prejuízos como perdas sofridas por produtos de terceiros, que estão em trânsito. Servem para as mesmas condições citadas no item anterior. Além disso, servem também em casos de desaparecimento da carga junto com o veículo transportador  ou de roubo durante o trânsito, mediante grave ameaça ao motorista ou emprego de violência.

Como escolher o melhor seguro para frotas

A melhor forma de escolher qual seguradora contratar é fazer uma pesquisa bastante apurada e analisar prós e contras de cada uma. Importante analisar meticulosamente todas as cláusulas, pois se trata de um negócio que envolve montantes significativos de dinheiro.

Além disso, as transportadoras podem garantir às suas frotas outro tipo de segurança. Que ninguém passe por nenhum tipo de “aperto” nas viagens, por exemplo. Para isso, pode disponibilizar a seus motoristas o cartão de crédito para abastecimento da Rede Frota. 

Até o próximo post!

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão destacados com *

Olá!