A segurança dos funcionários do posto de combustível é essencial, assim como em qualquer outro tipo de empresa. A diferença é que alguns lugares apresentam riscos maiores de acidentes mais graves, como um posto.

Por isso, não tem como “deixar para depois” ou fazer tudo “meia boca”. Qualquer descuido, manejo indevido ou mesmo situações externas, como assaltos, e os funcionários são colocados em risco. Isso não pode acontecer. 

Sendo assim, preparamos este artigo com dicas essenciais sobre todos os cuidados que um posto de combustível deve ter quando o assunto é segurança no trabalho. Veja a seguir.

Como garantir a segurança dos funcionários do posto de combustível: dicas essenciais

A real preocupação com os funcionários, além de ser um aspecto legal — potencializado pela periculosidade da atividade —, pode se tornar diferencial na contratação de novos colaboradores. 

Dessa forma, aumentam as chances de sua empresa ser vista como uma excelente local para se trabalhar, fator que impacta positivamente no atendimento aos clientes.

O que é preciso para garantir a segurança dos funcionários do posto?

  1. Equipamentos de segurança

  • EPIs: os equipamentos de proteção individual (EPI) devem assegurar que o colaborador nãos eja exposto a químicas e outros elementos. Os mais comuns usados por frentistas são: 
    • uniforme com tecidos antichama;
    • calçados e óculos de proteção;
    • protetor auricular e luvas;
    • máscaras com filtro para vapores orgânicos;
    • avental impermeável. 
  • EPCs: os equipamentos de proteção coletiva (EPC) são os dispostos no ambiente de trabalho, para que qualquer um veja e/ou utilize. São exemplos: 
    • alertas luminosos;
    • faixas de segurança; 
    • grades para contenção; 
    • placas de aviso; 
    • kit de primeiros socorros; 
    • extintores de incêndio.
  1. Sinalização

A sinalização ajuda condutores/clientes a entender o percurso dentro do posto de combustível. Além disso, é usada como indicadora de riscos, por meio de placas e sinalizadores que mostram onde há equipamentos perigosos ou produtos inflamáveis.

  1. Manutenção de equipamentos

É importante que a manutenção dos equipamentos esteja sempre em dia, a fim de evitar falha nos sistemas de abastecimento, que podem causar vazamentos, intoxicações, acidentes graves e até mesmo incêndios. 

Por isso é fundamental ter uma rotina de manutenção e garantir que tudo está funcionando como deve. 

  1. Limpeza

A limpeza diária, de toda a pista de abastecimento, evita que substâncias perigosas causem acidentes. Exemplo é o óleo de motor, que pode causar derrapagens de carros. 

  1. Adoção da NR 20 e treinamento dos funcionários

A NR 20 é a norma regulamentadora de segurança e saúde no trabalho

com inflamáveis e combustíveis. Seu enfoque é na capacitação de funcionários em relação a evitar acidentes no local de trabalho. 

A norma impõe orientações a funcionários e também a clientes. Por isso postos devem ter, bem visíveis, placas como “Não fume”, “Desligue o carro”, “Não utilize celulares” e outras.

Cabe aos frentistas alertar quem frequenta o local para que cumpram as normas. Para isso, tanto eles quanto todo o resto da equipe devem conhecer a fundo a NR 20. 

O que achou do conteúdo? Use o espaço dos comentários para dar sua opinião!

Nos vemos no próximo post!

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão destacados com *