Possíveis mudanças na definição do peso de carga de caminhões

No final do mês de maio, o atual ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, disse, em entrevista, estar inclinado a aceitar uma antiga solicitação dos caminhoneiros brasileiros: a de alteração da metodologia do peso de carga de caminhões.

Atualmente, o sistema de pesagem é feito por eixo. A reivindicação dos caminhoneiros é que substituída pelo peso bruto total (pesagem total do veículo carregado).

O ministro disse que inicialmente era contra, mas que a ideia acompanha o projeto de modernizar o sistema de transporte e, com a alteração na pesagem, acabar com os postos fiscais nas rodovias.  A expectativa é criar meios de facilitar o trabalho nas estradas, sem que o caminhoneiro perca tempo esperando e assim, agilize sua entrega. Eliminar a burocracia é o objetivo.

Tabela de peso de carga de caminhões para balança: limites de pesos máximos

Veja, de forma geral, como funciona atualmente a pesagem de caminhões.

As informações são da ANTT – Associação Nacional ao transporte Terrestre e têm cunho informativo.

O site reforça que algumas várias vias estaduais têm alguns limites específicos de peso e rodagem que devem ser seguidos, além dos limites nacionais.

Pesos máximos estabelecidos pela Resolução nº 12/98, artigo 2º:

  • Peso Bruto Total por unidade ou combinação de veículos: 45 t
  • Eixo isolado de rodagem simples: carga 6.000 kg, tolerância 6.450 kg.
  • Eixo isolado de rodagem dupla: carga 12.000 kg, tolerância 12.900 kg
  • Eixo duplo de rodagem simples, com suspensão direcional: carga 12.000 kg, tolerância 12.900 kg
  • Eixo duplo de rodagem dupla, com suspensão tandem, com entre eixos >1,20 ou 2,40: carga 17.000 kg, tolerância 18.280 kg
  • Eixo duplo de rodagem dupla, com suspensão não em tandem, com entre eixos >1,20 ou 2,40: carga 15.000 kg, tolerância 16.130 kg
  • Eixo duplo de rodagem simples e dupla especial, com entre eixos 1,20: carga 9.000 kg, tolerância 9.680 kg
  • Eixo duplo de rodagem simples e dupla especial, com entre eixos >1,20 ou 2,40: carga 13.500 kg, tolerância 14.520 kg
  • Eixo duplo de rodagem extralarga e suspensão pneumática, suspensão de >1,20 ou 2,40: carga 17.000 kg, tolerância 18.280 kg
  • Eixo triplo de rodagem e suspensão tandem, com entre eixos >1,20 ou 2,40: carga 25.500 kg, tolerância 27.420 kg
  • Eixo triplo com rodagem extralarga e suspensão pneumática, com entre eixos >1,20 ou 2,40: carga 25.500 kg, tolerância 27.420 kg

Conjuntos de 2 ou 3 eixos com distância maios do que 2,40 são considerados como eixos isolados. Em pares de eixos tandem ou conjuntos de três eixos em tandem, com quatro pneumáticos cada, os respectivos limites legais de 17.000 kg e 25.500 kg não devem exceder 1.700 kg na diferença de Peso Bruto Total. Veículos que apresentarem excessos em limites ou dimensões precisam portar, obrigatoriamente, uma Autorização Especial de Trânsito (AET).

Tabela de taras de caminhões: eixos e rodas

O limite de peso por eixos também é influenciado pela quantidade de rodas de um caminhão.

Eixo simples

  • Eixo simples com 2 rodas: 6 toneladas
  • Eixo simples com 4 rodas: até 12 toneladas
  • Eixo simples com 8 rodas: até 16 toneladas

Eixo duplo:

  • Eixo duplo com distância entre-eixos igual ou superior a 1,35 m e 4 rodas por eixo: até 22 toneladas)
  • Eixo duplo com distância entre-eixos igual ou superior a 1,35 m e 8 rodas por eixo: até 24 toneladas
  • Eixo duplo com distância entre-eixos igual ou superior a 1,50 m e 4 ou 8 rodas por eixo: até 24 toneladas

Eixo triplo:

  • Eixo triplo com distância entre-eixos igual ou superior a 1,35 m e 4 rodas por eixo: até 28,5 toneladas
  • Eixo triplo com distância entre-eixos igual ou superior a 1,35 m e 8 rodas por eixo: até 34,5 toneladas
  • Eixo triplo com distância entre-eixos igual ou superior a 1,50 m e 4 rodas por eixo: até 30 toneladas
  • Eixo triplo com distância entre-eixos igual ou superior a 1,50 m e 8 rodas por eixo: até 36 toneladas
  • Quatro ou mais eixos em tandem, com distância entre-eixos igual ou superior a 1,35 m e 4 (quatro) rodas por eixo: até 9,3 toneladas
  • Quatro ou mais eixos em tandem, com distância entre-eixos igual ou superior a 1,35 m e 8 rodas por eixo: até 11,3 toneladas
  • Quatro ou mais eixos em tandem, com distância entre-eixos igual ou superior a 1,50 m e 4 (quatro) rodas por eixo: até 10 toneladas
  • Quatro ou mais eixos em tandem, com distância entre-eixos igual ou superior a 1,50 m e 8 (oito) rodas por eixo: até 12 toneladas

Eixos separados entre si por distância superior a 2,40 m: são considerados eixos simples isolados para limite de peso.

(Fonte: ANTT)

E você, o que achou da intenção do ministro? O que realmente muda com as alterações na pesagem?

Use o espaço dos comentários e fale conosco. E não esqueça: o cartão de crédito para abastecimento do Rede Frota pode ser aquele auxílio nas horas de aperto na estrada.

Seja caminhoneiro ou transportadora, temos a opção certa para você. Confira!

Comente e compartilhe nosso post de hoje! Nos vemos no próximo!

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão destacados com *

Olá!