Conseguir uma logística sustentável é, atualmente, um do grandes desafios da cadeia de abastecimento.

Para alcançar essa eficiência, é preciso melhorar o serviço ao cliente e reduzir custos.

Para isso, as atividades de distribuição e transporte, que fazem parte da última etapa da cadeia, enfrentam desafios relacionados diretamente com a rapidez que os clientes demandam nas entregas,  assim como com o impacto que o transporte tem no meio ambiente.

Cada vez mais, os consumidores e as empresas de todos os setores assumem sua responsabilidade social e ambiental e colocam isso em prática e passam a exigir de seus fornecedores e parceiros.

Considerar a logística sustentável ajudará a melhorar a reputação das atividades de uma empresa diante dos consumidores.

Quer saber mais sobre o tema? Continue a leitura!

O que é logística sustentável?

A logística sustentável abrange práticas que pretendem reduzir o impacto ecológico derivado de atividade de transportes, como as emissões de CO2, a contaminação acústica e os acidentes.

Neste sentido, os fornecedores logísticos devem buscar um equilíbrio entre o crescimento econômico, o cuidado com o meio ambiente e a saúde social.

Do que precisa para isso? De alternativas sustentáveis. Quer saber quais?

Alternativas sustentáveis

As normas ambientais estão se tornando cada vez mais estritas. por isso, as empresas logísticas devem tornar suas atividades cada vez mais sustentáveis para cumpri-las e melhorar sua responsabilidade social diante dos consumidores.

Entre as ações que podem ser implementadas podemos citar:

1 – Trocar os veículos

Uma troca para veículos mais eficientes e que respeitem o meio ambiente é um primeiro — e importante —passo.

Existem alternativas de transporte menos contaminantes como os veículos híbridos, que poderiam ser a solução para a logística do futuro.

Isso implica investir na renovação de frotas e veículos. No entanto, isso ainda não é acessível para todas as empresas.

Buscar iniciativas governamentais ou solicitar financiamentos desenhados para cobrir essa necessidade pode ser uma opção para começar pelo caminho da sustentabilidade.

Apesar de não ser uma solução imediata, se pode ir pensando no assunto e traçando estratégias para o futuro.

2 – Regular e medir o rastro de carbono

Conhecer quanto a atividade logística da empresa contamina é um primeiro passo para trabalhar para metas sustentáveis.

Existem softwares que calculam o rastro de carbono gerado por uma frota que facilita a tomada de decisões no momento de planejar as rotas de transporte e as cargas para torná-las mais eficientes e sustentáveis.

3 – Apoiar uma filosofia de logística verde

Desde o interior das empresas logísticas podem se transformar os sistemas e processos para desenhar estratégias inovadoras que respeitem o meio ambiente, medindo e minimizando o impacto de suas atividades.

O principal objetivo desta filosofia é melhorar a eficiência no transporte reduzindo os gastos e ao mesmo tempo o impacto no entorno.

4 – Optar por energias renováveis

Como fontes de energia, a eólica ou a solar têm um menor impacto no meio ambiente e reduzem o consumo de combustíveis fósseis e de eletricidade.

Este é um esforço global que empresas e indústrias começam a investir para alcançar a sustentabilidade operativa.

5 – Implementar a estratégia 4R: Reduzir, Reciclar, Reutilizar e Recuperar

Esta estratégia otimiza o uso dos recursos necessários e elimina os que não são. Dessa forma, é possível reduzir desperdícios, reutilizar quando for possível e recuperar para não esbanjar.

Além disso, contribui fortemente para melhorar o meio ambiente.

Como pode ver, nem tudo é fácil e, como dissemos,  algumas saídas ainda estão um pouco fora de alcance. No entanto, é preciso conhecer as opções.

Esperamos que tenham gostado do conteúdo. Comente e compartilhe!

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão destacados com *