Parte da função dos gestores é educar motoristas de frotas para garantir sua segurança e todos os processos da logística e da gestão financeira, como entregas no prazo e otimização de recursos.

A capacitação constante é uma das formas, no entanto, vai muito além disso. Educar significa, principalmente, fazê-lo entender e seguir as normas e procedimentos da empresa, que devem estar descritos na Política de Frotas. 

Para saber mais, continue a leitura!

Educar motoristas de frotas de caminhões: um dos desafios do gestor

Multas, atrasos nas entregas e altos gastos com manutenção dos veículos: são alguns dos problemas que a gestão de frotas enfrenta constantemente. 

Por isso falamos anteriormente que a educação e treinamento dos motoristas é fundamental para o bom andamento da empresa. 

Pense que esses problemas podem gerar outros: a perda de clientes. Com entregas atrasadas, os clientes vão repensar o trabalho com a sua transportadora, pois uma das premissas do trabalho com entregas é que sejam entregues no prazo combinado no fechamento do negócio.

Agora vamos às dicas:

  1. Ser claro com os funcionários

O gestor deve falar abertamente com os motoristas e explicar que a forma como eles dirigem interfere nos gastos com os veículos ou outros problemas. Esse diálogo é muito necessário para que se crie um trabalho em equipe a fim de reduzir os gastos com manutenção, reparos, multas e atrasos nas entregas. 

  1. Proporcionar treinamento em simuladores

Podemos — e devemos — falar sobre os cursos de capacitação, atualização e aperfeiçoamento que os motoristas devem fazer. No entanto, e como em qualquer outra área ou profissão, a teoria exige a prática. 

Sendo assim, proporcionar à equipe treinamento em simuladores é uma forma de deixá-los mais preparados para dirigir de forma mais segura. 

  1. Gerenciar os riscos

Transportar mercadorias em segurança envolve muitas variáveis. Fazer um levantamento dos riscos e dividir a responsabilidade com toda a equipe ajudará com a conscientização sobre as melhores práticas na estrada. 

Cada um conhecerá seus deveres e responsabilidades e fará de tudo para garantir que sua parte não envolva riscos. 

dicas para currículo para emprego de caminhoneiro

  1. Monitorar

Um sistema de ouvidoria é muito importante para que se conheça e controle a atitude dos motoristas na estradas. Tendo conhecimento de reclamações e relatos de má-conduta ajudará a disciplinar e educá-los. 

  1. Inovar e criar metodologias de bonificação

Você já ouviu falar em gamificação? O conceito ganhou espaço na Educação, no Direito, na Administração e em várias outras áreas. 

Trata-se de gamificar processos. Gamificar é uma palavra adaptada de games, do inglês. Ou seja, jogos. Crie uma metodologia em que as viagens são fases de um game, com vidas. Se o resultado for excelente, o motorista ganha uma vida, se for aquém do esperado, perde uma vida. 

Além disso, eles podem acumular troféus ao longo de um determinado período de tempo e, ao final, quem tiver melhor desempenho, ganha um prêmio. 

Esse é um tipo de competição saudável e que tem dado muito certo em negócios. Neste caso, o que estará em jogo é o cuidado com o veículo e sua manutenção. Além disso, fortalece as boas práticas de direção nas estradas. 

Esperamos que tenha gostado de nosso post de hoje.

Para concluir, queremos te falar sobre o software mais completo para gestão de frotas e pagamentos: o Rede Frota. Ele engloba várias soluções que facilitam o trabalho do gestor de frotas e o ajuda a trazer mais resultado para a empresa. Clique aqui para conhecer!

Sugestões e dúvidas? Deixe nos comentários!

Nos vemos no próximo post!

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão destacados com *

Olá!