A gestão de abastecimento pode ser um grande desafio para os gestores.

No entanto, há alguns erros que podem ser evitados, facilitando as atividades do gestor. Além de tornar a frota de veículos altamente eficaz.

A fim de ajudar a identificar onde os processos podem ser melhorados, separamos os cinco principais e apontamos algumas dicas e sugestões para melhorias.

Acompanhe!

5 erros para não cometer na gestão de abastecimento

1 – Falta de controle de abastecimentos

O acompanhamento e registro de toda abastecimento, por veículo, com placa, identificação do motorista e, sobretudo, com autorização, é fundamental para esse controle.

Isso pode, inclusive, ser feito de forma simples, eficiente e automatizada por meio de sistemas de gestão de abastecimentos. A  a liberação de abastecimento acontece de modo automático e seguro 24 horas por dia.

2 – Não ficar atento aos desvios

Conte com um sistema que documente e organize todos os dados referentes ao abastecimento de cada veículo de sua frota.

Assim é possível evitar irregularidades como consumo inadequado de combustível, uso irregular do veículo, gastos desnecessários com manutenção, multas, problemas jurídicos, entre outros.

3 – Não acompanhamento dos indicadores

Entre os indicadores ou KPIs, vamos apontar 2: desempenho dos veículos e motoristas.

No que diz respeito ao motorista, é fundamental a eficiência na condução de máquinas e veículos, realizar inspeções de veículos regularmente ou exibir alto desempenho de direção. Uma sugestão para estimular a adesão é construir um ranking de motoristas.

Já quanto ao veículo, algumas métricas podem fornecer informações sólidas sobre seu desempenho, como o consumo médio de combustível (Km/l), total do custo (R$) mensal de combustível, quantidade total (litros) consumida mensalmente, quem abasteceu, em que dia e qual valor.

Ao identificar e acompanhar os indicadores de desempenho, é possível melhorar a frota inteira. Com o monitoramento da performance dos veículos, é mais fácil promover melhores resultados por parte dos motoristas.

Em outras palavras, sempre monitore dados específicos que afetem diretamente sua frota.

4 – Não realização de manutenções nos veículos

Todos podemos concordar que um veículo parado é prejuízo para a empresa. Por isso, ao invés de ter que fazer manutenções corretivas, faça manutenções preventivas na frota.

Com uma boa gestão de abastecimento é possível mapear o aumento de consumo de combustível do veículo, podendo ser um dos indicadores que o mesmo precisa de atenção.

5 – Falta de automatização

Sabemos que são muitos pontos de atenção e relevância dentro da gestão de abastecimento, então tornar a rotina mais simples, rápida e prática, por meio da automação, pode sanar todos os pontos da logística da empresa.

Assim o gestor consegue acessar informações de qualquer lugar, seja pelo celular ou computador, receber relatórios com extrema agilidade, podendo acompanhar todos os indicadores da frota.

A implementação de uma boa solução que automatize a gestão de abastecimento para sua frota faz uma grande diferença, tanto em suas operações, quanto nos resultados de seu negócio.

A partir de dados precisos sobre seus veículos, você poderá tomar decisões fundamentadas sobre o retorno dos investimentos.

Com nosso sistema de gestão de abastecimentos e notas fiscais você consegue fazer o controle total de sua frota, além de ter facilidade como requisição digital, notas fiscais automáticas, preço do diesel em tempo real e as melhores negociações em preços e muito mais!

Fale agora com um de nossos consultores!

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão destacados com *